Marketing Jurídico: qual é a escrita perfeita para advogados em seu blog jurídico?


A resposta é que advogados precisam entender que perfeito não é excelente e assim por diante, deixando um pouco de lado a perfeição para criar excelentes posts jurídicos!

Mas se você ainda luta pela perfeição em seus conteúdos jurídicos, saiba que você pode estar realmente fazendo tudo ao contrário. Entenda agora o porquê isso acontece!

Perfeição é um paradoxo? Talvez!

Encontrar exatamente as palavras certas para uma dada situação pode inviabilizar até mesmo o mais eloquente dos advogados. Essa é uma das principais razões pela qual a criação de conteúdos jurídicos na internet se torna uma tarefa tão trabalhosa para os advogados nos dias de hoje!

Dica: obtendo o título mais interessante para seu post já terá valido absolutamente todo o seu esforço! Mas se você encontra-se relutante por uma única frase em seu post por mais de dez minutos, é hora de avaliar sua real importância!

A perfeição leva ao excesso?

Parte do seu trabalho é conhecer e ver todos os possíveis resultados de uma situação. Naturalmente, os advogados são tentados a delinear vários cenários ou resultados em sua escrita. O problema é que tentar escrever tudo e para todos, acaba em algo que muitos não tem interesse em ler. (você tem dúvidas?)

Dica: pense desta maneira, um bom post deixa espaço para o leitor preencher algumas lacunas por conta própria. Claro, isso exige a sua confiança, que no final, acaba por enviar uma mensagem clara e simples do que apenas possíveis alternativas.

Imperfeições mostram sua autenticidade!

Demostramos em um post anterior como potenciais clientes contratam advogados com base em fatores emocionais, como confiança e humanidade.

Então, se a sua escrita tiver algumas rugas aqui ou ali, não gaste horas alisando tudo. Elas revelam a pessoa por trás da prosa, e que neste momento fique bem claro, estou falando sobre imperfeições ocasionais e subjetivas: como bruscas mudanças de frases ou de prosa, onde pequenos deslizes possam sinalizar como menos elegantes.

Dica: erros graves como palavras incorretas, gramática desleixada ou pontuação extremamente sem sentido não são bem vindas.

No final, lembre-se disso, o objetivo de produzir conteúdo jurídico na internet não é mostrar sua total proeza com nossa língua portuguesa, mas sim informar seu público-alvo. Então, da próxima vez que você se sentar no teclado, procure a excelência sobre a perfeição, pois apenas a primeira é verdadeiramente alcançavel.

Você tem alguma pergunta sobre esse assunto?

A Jurídica explica!

Você gostou desse artigo?

Deixe nos comentários!

RECENT POSTS

ARCHIVE POSTS

POSTS RELACIONADOS

OAB-CAAs conveniadas

JURIDICA

                           MARKETING JURÍDICO

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • icon jusbrasil

05729-090  V. Andrade  São Paulo   SP

+55 11 3476 9773  WhatsApp Business

Marketing Jurídico_WhatsApp Business_ Jurídica Marketing

Clique aqui para falar com um consultor de marketing jurídico

Segunda a Sexta

9:00h às 18:00h

Jurídica Digital Ltda.   CNPJ - 29.106.249/0001-68                                                        

© 2017 by JURÍDICA. Todos os direitos reservados.